F1: Mercedes diz que aumentar rake “anularia” temporada de 2021

Chefe de engenharia da Mercedes disse que equipe perderia muito tempo alterando conceito do carro

F1: Mercedes diz que aumentar rake “anularia” temporada de 2021

A Mercedes disse que alterar seu carro este ano para um conceito de alto rake para superar a perdas de downforce tornaria a temporada de 2021 da Fórmula 1 um 'fracasso'. A montadora alemã suspeita que as novas regras de aerodinâmica da categoria prejudicaram muito mais os carros com baixo rake.

A equipe cliente Aston Martin, que também guia um carro com o mesmo conceito, acredita que a oscilação de desempenho devido às mudanças de assoalho é de até um segundo por volta.

Leia também:

Embora haja espaço para a Mercedes e a Aston Martin aumentarem ligeiramente a traseira de seus carros para recuperar algumas das perdas de downforce, fazê-lo a extremos assim como a Red Bull fez seria impossível.

Isso não só exigiria uma configuração de suspensão traseira totalmente nova, algo que não é permitido pelas regras atuais, mas também forçaria as duas unidades a reiniciar suas plataformas aerodinâmicas do zero.

O chefe de engenharia da Mercedes, Andrew Shovlin, disse que seria necessário muitos meses de trabalho para voltar aos níveis atuais de downforce, estágio em que o campeonato estaria perdido.

"Temos um carro que pode ganhar um campeonato se tomarmos algumas decisões inteligentes, se fizermos um bom trabalho com ele e operarmos bem ao longo do ano", explicou.

"Mas, seja um rake alto ou um rake baixo, não podemos fazer nada sobre isso agora. O que certamente não podemos fazer é dizer de repente que vamos levantar a traseira do nosso carro em 30mm e trabalhar com isso, porque isso anularia a temporada. Perderíamos muito tempo fazendo isso"

O chefe da Aston Martin, Otmar Szafnauer, considerou que a suspensão traseira tornava impossível a busca por um carro com rake mais alto.

“É a primeira vez que me lembro, em meus 24 anos de esporte, que tivemos que homologar a suspensão devido aos regulamentos da Covid-19”, disse ele.

"Você só poderia mudá-la se realmente usasse suas fichas de desenvolvimento na suspensão. Portanto, mesmo que quiséssemos 150 mm de altura traseira, não poderíamos."

Shovlin disse que, embora as evidências possam apontar para as novas regras tenham favorecido os modelos com alto rake, não faria sentido a Mercedes perder tempo se preocupando com isso.

"Esse conjunto de regulamentações atrapalhou mais os carros de baixo índice do que os de alto rendimento? Esse pode muito bem ser o caso", disse.

“Eu sei que eles [Red Bull] venceram a última corrida [de 2020], mas, de modo geral, estávamos à frente no final do ano e não é o caso agora."

"Portanto, ou sofremos mais com as regras ou eles tiveram um ritmo de desenvolvimento mais rápido desde que aplicaram as mudanças no regulamento. Mas é isso”, concluiu.

BASTIDORES: Como PIQUET foi pivô de SAIA-JUSTA entre BAND e GLOBO e os EFEITOS da 'treta' com NELSÃO

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Batalhas entre Hamilton e Verstappen ditarão temporada 2021 da F1?

 

compartilhar
comentários
Hamilton comenta 'perrengues' para chegar à F1 e fala sobre o pai

Artigo anterior

Hamilton comenta 'perrengues' para chegar à F1 e fala sobre o pai

Próximo artigo

F1: Hamilton é “um superespião”, diz ex-engenheiro da Mercedes

F1: Hamilton é “um superespião”, diz ex-engenheiro da Mercedes
Carregar comentários