Nono de Stroll fez diretor da Williams quase ir ao pódio

Ex-Mercedes, Paddy Lowe disse que sensação de vitória foi tão forte que quase acabou se dirigindo ao pódio

Nono de Stroll fez diretor da Williams quase ir ao pódio
Paddy Lowe, Williams
Lance Stroll, Williams FW40
Lance Stroll, Williams FW40
Lance Stroll, Williams FW40, Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team RS17
Lance Stroll, Williams FW40, Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team RS17, Daniil Kvyat, Scuderia Toro Rosso STR12
Lance Stroll, Williams FW40
Lance Stroll, Williams FW40, Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32
Claire Williams, Deputy Team Principal, Williams, talks to Paddy Lowe, Williams Formula 1
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32 and Lance Stroll, Williams FW40

Lance Stroll foi um dos nomes do GP do Canadá. Ele se recuperou de uma performance complicada na classificação, saindo no Q1 e sendo o 17º no grid. Na corrida, ele foi consistente e chegou ao nono lugar, marcando seus dois primeiros pontos.

Após as frustrações do início da temporada e das críticas crescentes, Paddy Lowe, diretor técnico da Williams, disse que a importância do resultado não deve ser subestimada.

"Você não poderia exagerar, para ser honesto, em tantos níveis diferentes", disse Lowe, quando solicitado pelo Motorsport.com para falar sobre o desempenho do Stroll.

"O modo como ele dirigiu hoje e o resultado que ele conseguiu são como uma vitória na corrida.”

"Na verdade, saindo do pit wall com o instinto de como me sentia, comecei a me dirigir ao pódio.”

"Ele foi apenas nono, mas eu senti como uma vitória pela corrida, porque sabemos que foi um início muito difícil para ele no esporte."

As dificuldades de Stroll no início do fim de semana levaram a algumas conversas intensas entre Lowe e o pai do piloto canadense, Lawrence, nos escritórios da Williams, no sábado à noite.

Mas, apesar de aceitar que as coisas na pista não foram como planejado, Lowe disse que o time sempre esteve convencido de que Stroll tem talento que não estava sendo mostrado pela dificuldade dos carros e pneus de 2017.

"Todos nós sentimos por ele na equipe, querendo que ele melhorasse e fizesse o progresso", acrescentou Lowe.

"Eu acho que ele mostrou hoje que pode. O talento está lá e ele correu muito bem. Esses pontos não caíram no seu colo, ele foi lá e lutou por eles.”

"Ele lidou com situações bastante difíceis, como o tráfego na curva 1. Havia muitas coisas que ele poderia ter feito errado.”

"Os benefícios são imensuráveis. Ele vai ter muito mais confiança, porque agora ele sabe o que é preciso.”

"Aqui dizem que quando você ganha sua primeira corrida, todas as outras são muito mais fáceis. Estou certo de que é o mesmo com os pontos. Espero que vejamos isso."

compartilhar
comentários
Grid Girls derretem corações na Catalunha, Canadá e Cascavel

Artigo anterior

Grid Girls derretem corações na Catalunha, Canadá e Cascavel

Próximo artigo

Wolff: Não me surpreenderia com volta de Rosberg na Ferrari

Wolff: Não me surpreenderia com volta de Rosberg na Ferrari
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Lance Stroll
Equipes Williams
Autor Jonathan Noble