MotoGP: Morbidelli garante renovação de dois anos com a Petronas Yamaha SRT

O piloto deve ter o amigo e mentor Valentino Rossi como companheiro de equipe em 2021

MotoGP: Morbidelli garante renovação de dois anos com a Petronas Yamaha SRT

E a Honda não foi a única montadora a anunciar novidades nesta segunda. A Petronas SRT, equipe satélite da Yamaha na MotoGP, confirmou a renovação de contrato com o ítalo-brasileiro Franco Morbidelli por mais dois anos, até o final da temporada 2022.

Morbidelli se juntou à equipe no ano passado, em seu segundo ano na categoria, após uma temporada com a Honda. Ele terminou em 10º no Mundial de Pilotos, tendo como melhor resultado um quinto lugar em quatro ocasiões diferentes.

Leia também:

A manutenção do italiano já era esperada após seu companheiro de equipe, Fabio Quartararo, garantir a vaga de Valentino Rossi na equipe oficial para 2021.

"Estou muito feliz por renovar com a Petronas Yamaha SRT, porque tivemos uma grande temporada no ano passado, trabalhando com um grande piloto para obter sucesso", disse Morbidelli.

"Acho que é importante para mim continuar com a mesma equipe, moto e ambiente adiante, principalmente porque é ótimo trabalhar com eles. Trabalhamos muito bem juntos e é muito divertido trabalhar com toda a equipe da Petronas SRT".

"Eu quero agradecer a eles pela oportunidade dada mim, e é uma grande honra correr com eles. Vou dar o meu melhor para obter resultados melhores do que os atingidos em nosso primeiro ano juntos".

"Mal posso esperar para voltar a correr novamente para mostrar nosso potencial, e estou muito feliz por ter a chance de continuar fazendo o que eu amo com uma equipe que amo".

O companheiro de equipe de Morbidelli deve ser seu amigo e mentor Valentino Rossi. O acordo do italiano com a equipe deve ser anunciado nos próximos dias. Segundo informações, o multicampeão havia chegado a um acordo para 2021, com opção de renovar para 2022.

Morbidelli estreou na MotoGP em 2018 com a Marc VDS Honda, um ano após conquistar o mundial da Moto2. Ele é um dos pilotos da Academia VR46 que conquistaram um título no mundial de motovelocidade, junto com Francesco Bagnaia, que atualmente corre pela Pramac Ducati.

PÓDIO: GP da Estíria tem batida de ferraristas, show de Hamilton e Pérez

PODCAST: Bastidores do início da F1 na Áustria e participação de Felipe Drugovich

 

compartilhar
comentários
MotoGP: Honda confirma contratação de Espargaró para 2021; Álex Márquez assume vaga de Crutchlow na LCR

Artigo anterior

MotoGP: Honda confirma contratação de Espargaró para 2021; Álex Márquez assume vaga de Crutchlow na LCR

Próximo artigo

GALERIA: Relembre grid da MotoGP para temporada 2020, que começa neste fim de semana com GP da Espanha em Jerez

GALERIA: Relembre grid da MotoGP para temporada 2020, que começa neste fim de semana com GP da Espanha em Jerez
Carregar comentários