Hamilton celebra volta “intensa”: “O mais perto da perfeição”

Inglês destaca emoção com tempo avassalador no fim e descarta participação de modo especial do motor: “Era o mesmo que usei antes”

Hamilton celebra volta “intensa”: “O mais perto da perfeição”
Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 W09
Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 W09
Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 W09 and Valtteri Bottas, Mercedes-AMG F1 W09
Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 W09
Carregar reprodutor de áudio

Depois de uma volta avassaladora que lhe garantiu a pole position para o GP da Austrália, Lewis Hamilton não escondeu sua empolgação pela performance que classificou como “perto da perfeição”.

O inglês vinha sofrendo a concorrência próxima de Red Bull e Ferrari em todas as fases do treino, mas, na volta derradeira para a definição da pole, registrou um tempo 0s6 melhor do que os demais – e 0s8 à frente do que ele próprio havia obtido até então.

Pouco após a sessão, Hamilton expressou sua felicidade com a marca: “Você deve pensar que, com os resultados que tivemos com o passar dos anos, isso seria a regra, mas ainda assim foi intenso. Meu coração está acelerado”, disse o piloto.

“Estou tão feliz com aquela volta... Foi muito boa. Sempre busco a perfeição e isso foi o mais perto que dá para chegar.”

Hamilton descartou que a diferença obtida no fim veio graças a um modo especial de seu motor para a classificação – o que foi apelidado no passado de “modo de festa” no paddock da F1.

“Eu estou sempre em modo de festa”, brincou. “Foi surpreendente ver o quão rápidas as Ferrari foram. Naquela volta eu estava com o mesmo modo de antes. Era questão de colocar os pneus na temperatura correta e acertar todos os setores. Tive bons setores antes, mas precisava encaixá-los”, comentou.

Ao detalhar mais a questão, disse: “Eu posso garantir que não temos um ‘modo de festa’. Eu usei o mesmo modo do Q2 no Q3. Não houve um modo extra, um botão extra.”

Isso provocou uma brincadeira de Sebastian Vettel, que questionou por que Hamilton não vinha obtendo tamanha vantagem até então: “O que você estava fazendo antes?”, perguntou o alemão.

Hamilton respondeu: “Eu estava esperando para ter uma boa volta e tirar esse sorriso do seu rosto”, brincou.

Foi a 73ª pole position da carreira de Hamilton, a quinta consecutiva no GP da Austrália.

compartilhar
comentários
Vettel lamenta erro, mas avisa: “em ritmo, estamos próximos”
Artigo anterior

Vettel lamenta erro, mas avisa: “em ritmo, estamos próximos”

Próximo artigo

Placar aberto: veja quem derrotou quem nos duelos internos

Placar aberto: veja quem derrotou quem nos duelos internos
Carregar comentários