Para Norris, McLaren terá um "pacote muito melhor" com o motor Mercedes

Lando Norris acredita que o pacote de unidades de potência da Mercedes será "muito melhor" para a McLaren em 2021

Para Norris, McLaren terá um "pacote muito melhor" com o motor Mercedes

A McLaren anunciou em setembro de 2019 que mudaria para unidades de potência Mercedes, reatando sua famosa parceria que rendeu três títulos mundiais entre 1995 e 2014.

Nas últimas três temporadas, a McLaren usou os motores Renault após encerrar um período amargo com a Honda no final de 2017. O acordo com a Mercedes vai durar pelo menos até a temporada de 2024.

Embora a McLaren tenha sido forçada a desistir de seus dois tokens de desenvolvimento para o MCL35 atualizado para 2021, Lando Norris disse que não acha que a nova unidade de potência vá "complicar as coisas" e, em vez disso, oferecerá um avanço no desempenho.

Leia também:

"Acho que é um pacote melhor", disse Norris ao Motorsport.com. "É mais potente, é mais confiável. É um pacote um pouco melhor encaixado, então como um todo, há muitos pontos positivos nele.”

"Não gosto de tudo, então tenho certeza de que talvez haja alguns pontos negativos aí, e temos um bom relacionamento com a Renault, então as coisas estão muito tranquilas agora e nós os conhecemos, e haverá muitas coisas novas.”

"Tenho certeza de que haverá algumas coisas que temos que entender e não seremos tão naturais apenas com a mecânica e os engenheiros e como eles entendem tudo. Claro que farão um ótimo trabalho nessa transição na tentativa de entendê-la.”

"Haverá algumas coisas um pouco mais complicadas, mas como um pacote, deve ser muito melhor e isso nos dá uma boa confiança de que nos levará um pouco mais para o topo."

A McLaren se tornará a quarta equipe no grid da F1 impulsionada pela Mercedes, juntando-se à Aston Martin e à Williams como clientes ao lado da equipe de fábrica.

A mudança veio na sequência da temporada mais forte da McLaren em oito anos, ao terminar em terceiro no campeonato de construtores.

A equipe conquistou dois pódios no ano passado e sua forma no final da temporada levou o campeão mundial Lewis Hamilton a falar sobre suas chances de entrar na luta por vitórias no futuro.

Norris falou anteriormente sobre a dificuldade que às vezes teve em entender o MCL35, a maioria da qual será transportado para 2021 como o MCL35M.

O britânico disse também que a maior parte do transporte do chassi permitiria à McLaren continuar a aprender sobre o carro, lhe permitindo conseguir mais desempenho.

"Com o carro complicado que tínhamos e as lutas e os pontos positivos e negativos, ainda há muitas coisas nas quais precisamos trabalhar até [2021]", disse Norris.

“Eu acho que a coisa boa em ter pontos negativos no carro é que você pode tentar trabalhar com eles e transformá-los em positivos, e isso deixará o carro mais rápido. Isso é bom.”

“Não é como se tivéssemos um carro incrível, que é lento e não sabemos como trabalhar nele. Acho que sabemos em que direção precisamos trabalhar.”

"Estamos trabalhando em estreita colaboração com a fábrica e o departamento de aerodinâmica e coisas assim, e todos na fábrica para continuar trabalhando duro e desenvolvendo o carro no próximo ano.”

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Quais PILOTOS da F1 tiveram os maiores SALÁRIOS de 2020 e os que ganharam ‘MIXARIA’

 

compartilhar
comentários
Giovinazzi: Aprender com Raikkonen é a chave para o progresso na F1

Artigo anterior

Giovinazzi: Aprender com Raikkonen é a chave para o progresso na F1

Próximo artigo

Podcast #085 – Chico Serra esclarece rivalidade com Piquet, amizade com Senna e briga com Raul Boesel

Podcast #085 – Chico Serra esclarece rivalidade com Piquet, amizade com Senna e briga com Raul Boesel
Carregar comentários