Sainz Jr.: reclamações de Verstappen não afetam Toro Rosso

Piloto espanhol não crê que rivalidade intensa entre ele e Max Verstappen dentro da pista culmine em problemas dentro da Toro Rosso

Sainz Jr.: reclamações de Verstappen não afetam Toro Rosso
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR11
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR11
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR11
Max Verstappen, Scuderia Toro Rosso STR11
Esteban Gutierrez, Haas F1 Team VF-16 and Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR11 battle for position
Max Verstappen, Scuderia Toro Rosso STR11
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR11
Jolyon Palmer, Renault Sport F1 Team RS16 and Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR11
Max Verstappen, Scuderia Toro Rosso STR11
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR11 leads team mate Max Verstappen, Scuderia Toro Rosso STR11
Carregar reprodutor de áudio

A tensão entre Carlos Sainz Jr. e Max Verstappen voltou à tona no GP da Austrália, quando o holandês ficou furioso com a estratégia adotada pela Toro Rosso e com a recusa de Sainz Jr. em ceder a posição para ele.

O piloto espanhol, entretanto, minimizou o incidente - não sem antes relembrar o que aconteceu em Cingapura no ano passado, quando Verstappen foi quem desobedeceu ordens de equipe.

"Veio na minha cabeça, sim", disse Sainz Jr. quando questionado pelo Motorsport.com sobre o episódio de 2015.

"No entanto, todos sabemos que não fiz nada de errado. Todos concordamos que fiz de acordo com as circunstâncias e agora, olhando para trás, sabemos que ordens de equipe não são a coisa certa a se fazer. Estamos apenas sofrendo um pouco para entender como agir e o que está acontecendo", afirmou.

Seguindo em frente

Sainz Jr. acredita que a situação de Melbourne ganhou mais atenção do que deveria após as mensagens de Versappen terem sido bastante exploradas durante a transmissão. Além disso, o espanhol destacou que não há necessidade de conversar com o holandês sobre o que aconteceu.

"Tivemos uma reunião após a corrida e ambos estávamos um pouco incertos sobre o que havia acontecido, mas estou certo de que não teremos problemas. Na verdade, não há mais nada sobre o que falar. Se você pensar na corrida, sobre o quê você precisa falar? Nada. Estávamos brigando intensamente pela posição, só isso. Tudo foi esclarecido, não há problema algum, eu garanto", disse.

Rivalidade intensa

O GP da Austrália não marcou a primeira batalha entre Sainz Jr. e Verstappen por posição. E embora a competitividade entre os dois possa abrir portas para dificuldades no futuro, o espanhol não crê que a disputa interna vá afetar a Toro Rosso.

"Espero que não, eu não tenho nenhum problema com Max. De minha parte para ele, não vi nada de mais, foi apenas outra corrida. Talvez eu e Max sejamos os mais próximos em termos de performance entre todos os companheiros de equipe. Então isso torna a coisas um pouco mais difíceis para a equipe neste sentido", disse.

"Mas acredito que ambos somos maduros o suficiente para lidar com a situação. Claro que durante a corrida muita coisa acontece, muitas emoções vem à tona. Olhando para o que foi a corrida, ambos tivemos disputas intensas a prova toda. Foi uma boa corrida em termos de de ultrapassagens. Apenas não funcionou do jeito que nós dois gostaríamos", completou.

compartilhar
comentários
Volta de antigo formato de classificação é questionada
Artigo anterior

Volta de antigo formato de classificação é questionada

Próximo artigo

GP do México considera aumentar capacidade de público

GP do México considera aumentar capacidade de público