F1, Mercedes e Red Bull condenam ataques racistas a Hamilton após toque com Verstappen

Heptacampeão foi alvo de mensagens racistas nas redes sociais ao longo do domingo após o GP da Grã-Bretanha

F1, Mercedes e Red Bull condenam ataques racistas a Hamilton após toque com Verstappen

O incidente entre Lewis Hamilton e Max Verstappen na primeira volta do GP da Grã-Bretanha acendeu uma discussão nas redes sociais que levou a uma triste nota: o heptacampeão foi alvo de diversos ataques racistas ao longo do domingo. Nesta segunda, a Fórmula 1, a Mercedes e a Red Bull vieram a público condenar fortemente os abusos raciais feitos contra o britânico.

Hamilton e Verstappen se encontraram na curva Copse após uma bela batalha nos primeiros metros do GP. O holandês abandonou e foi levado ao hospital para mais exames, sendo liberado horas depois.

Leia também:

O britânico foi considerado culpado pelo incidente mas, mesmo com a punição de dez segundos, Hamilton conseguiu garantir a vitória, sua oitava em casa.

O incidente com Verstappen gerou grandes controvérsias porém, com os chefes da Red Bull visivelmente furiosos com a pilotagem de Hamilton, com Helmut Marko inclusive sugerindo uma suspensão de uma corrida para o britânico.

O incêndio aumentou ainda mais quando Verstappen fez uma publicação falando que era "desrespeitoso" ver o modo como Hamilton comemorava a vitória enquanto ele ainda estava no hospital.

Ao longo do domingo, em posts oficiais da conta da Mercedes, mensagens racistas, incluindo emojis de macacos e outras expressões foram publicadas como respostas. Este tipo de comportamento foi fortemente criticado pela F1, FIA, Mercedes, que divulgaram um comunicado nesta segunda (19).

"Durante e após o GP da Grã-Bretanha de ontem, Lewis Hamilton foi alvo de múltiplas instâncias de abuso racial nas redes sociais após a colisão".

"A Fórmula 1, a FIA e a equipe Mercedes-AMG Petronas F1 condenam tal comportamento nos termos mais fortes possíveis. Essas pessoas não têm lugar em nosso esporte e cobramos que os responsáveis paguem por suas ações".

"A Fórmula 1, a FIA, os pilotos e as equipes estão trabalhando para construir um esporte mais diverso e inclusivo e tais instâncias de abuso online são inaceitáveis e precisam ser destacadas e eliminadas".

Lewis Hamilton, Mercedes W12

Lewis Hamilton, Mercedes W12

Photo by: Steven Tee / Motorsport Images

Recentemente, o próprio Hamilton havia feito uma publicação similar, falando que os ataques raciais feitos contra os jogadores negros da seleção inglesa após a derrota na final da Eurocopa eram "nojentos",

"O abuso racial nas mídias sociais contra nossos jogadores após o jogo de ontem é inaceitável", publicou o heptacampeão.

"Esse tipo de ignorância precisa ser interrompida. Tolerância e respeito por jogadores de cor não deve ser condicional. Nossa humanidade também não pode ser condicional".

A Red Bull também divulgou um comunicado condenando os abusos raciais direcionados a Hamilton, e diz que a equipe está "enojada e entristecida" pelas publicações.

"Enquanto podemos ser rivais fortes na pista, estamos todos unidos contra o racismo. Condenamos qualquer tipo de abuso racial direcionado a nossa equipe, nossos rivais e nossos fãs", diz o comunicado da Red Bull.

"Como equipe, estamos enojados e entristecidos ao testemunhar o abuso racial que Lewis sofreu nas redes sociais após a colisão com Max. Não há nunca uma desculpa para isso e certamente não há espaço em nossos esporte para isso. Os responsáveis devem pagar".

A Red Bull ainda divulgou um segundo comunicado sobre o caso, agora do chefe Christian Horner.

"Enquanto nossa rivalidade na pista seja intensa pelo campeonato, as emoções nunca devem cruzar a linha para o abuso racial".

"Temos uma abordagem de tolerância zero a comportamentos racistas dentro de nossa equipe e pessoalmente sinto que os responsáveis por esse tipo de abuso paguem pelos seus atos. Continuaremos apoiando a FIA e a F1 em busca da erradicação desses atos de nosso esporte".

F1 2021: TENSÃO após BATIDA de HAMILTON e VERSTAPPEN em SILVERSTONE! Tudo sobre o GP! | PÓDIO

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #118: Quais 'passagens de bastão' mais emblemáticas da F1?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Hamilton pede equilíbrio a Verstappen em disputas e comenta declarações da Red Bull
Artigo anterior

F1: Hamilton pede equilíbrio a Verstappen em disputas e comenta declarações da Red Bull

Próximo artigo

F1 - Mercedes: Bandeira vermelha impediu abandono de Hamilton em Silverstone

F1 - Mercedes: Bandeira vermelha impediu abandono de Hamilton em Silverstone
Carregar comentários